Love

Love

domingo, 5 de maio de 2013


EU VI PESSOAS DESMAIAREM E TREMEREM AO ABRAÇAREM MICHAEL
'Eu tive uma experiência única em minha vida, quando fui convidada para sair com Michael Jackson em Tóquio (Japão). Eu era a única jornalista autorizada a ficar junto de Michael, com
sua mãe Katherine Jackson e seus três filhos Prince Michael, Paris e Prince Michael II, a quem todos chamam de Blanket. Aprendi muito sobre Michael e os fãs que vivem para seguir o Rei do Pop.
Hoje, Michael envolve-se com uma equipe de apoio afro-americana, da segurança ao seu cabeleireiro, que mantém o seu melhor look. A publicitária Raymone Bain lidera a equipe e ela é muito gentil com os fãs que adoram Michael.
Claro, eu não acho que Michael aceitaria de outra forma. Eu aprendi que Michael é extremamente gentil e gracioso com seus fãs. Eu o vi rezar com uma senhora que tinha um problema, tirar fotos incontáveis e assinar centenas de autógrafos.
Quando se trata de seus filhos, Michael é um pai dedicado. Na minha primeira noite em Tóquio, fomos todos para a Disneylândia de Tóquio, porque Michael queria mostrar para seus filhos as atrações. O pessoal da Disney fez o seu melhor para manter a visita de Michael em segredo, porque não tem a segurança para lidar com os milhares de fãs que aparecem, se eles simplesmente os deixarem entrar.
Primeiro, tivemos o jantar e vi fogos de artifício na DisneySea, um parque temático do oceano ao lado da Disneyland. Eles (os fãs) tentaram chegar pela parte de trás do parque e não lhe permitiram entrar nas ruas de Disneyland, até que foi fechado, mas uma porção de fãs ainda encontraram seu caminho para Michael.
Essas pessoas parecem saber o próximo passo de Michael antes
que ele o faça. Eles estudaram tudo sobre ele, e cerca de oito pessoas ainda reservaram o Hotel Four Seasons Chinzan-lo, onde Michael e sua família se hospedaram.
Como eles fazem isso? Eles sabem os hotéis que ele prefere!
Eles também achavam que ele iria se dirigir à Disney, por isso alguns deles ficaram do lado de fora da área de Peter Pan por um longo tempo. Outros, ficaram no estacionamento onde nossos veículos estavam estacionados.
Fiquei chocada ao ver crianças próximas ao hotel, congelando
no frio, sem casacos, na tentativa de obter um vislumbre de Michael.
Quando eles se aproximaram da van, não foram enxotados. Raymone os deixou ficarem ao lado da van, mas a segurança os mantinha a uma distância segura.
Michael cumprimentou-os antes de irmos para ver o Mickey Mouse e Raymone lhes ofereceu uma carona de volta para o hotel, quando descobriram que os transportes tinham parado de funcionar. Claro, essas pessoas estavam preparadas para andar 30 quilômetros de volta, no frio, uma vez que tinham visto Michael. Eles vivem para estar próximos a ele e
respirar o ar que ele respira.
Eles não são pessoas ricas, de forma alguma. Alguns são garçonetes, enfermeiras e estudantes que economizaram por anos, para fazer uma viagem e compartilhar um momento com Michael. Alguns o tinham seguido por 10 ou 30 anos!
Michael ainda reconhece certos fãs quando ele os vê
novamente. Eu vi pessoas desmaiarem e tremerem ao abraçarem Michael. Uma noite, eles seguiram nossas vans em táxis, e quando as vans pararam em sinais de trânsito, os fãs corriam no meio do trânsito para tirar fotos de Michael ou pegar um autógrafo.
Era surreal! Eu temia por eles.
Mas, voltando para a Disneylândia, Michael e eu cantávamos a música de Mickey Mouse para o Mickey... M-I-C-K-E-Y M- O-U-S-E E!!
Mickey deve ter amado me ouvir cantar, porque ele me abraçou e
não me deixava partir. Ele também me beijou nos lábios! Eu nunca tinha ido para a Disney, mesmo nos Estados Unidos, então eu estava completamente encantada com tudo. Quando eu não estava olhando de forma abobada para atrações como Small World, eu percebia como Michael era atencioso com seus filhos.
Ele comprou brinquedos para eles na loja de presentes e os
está educando para serem muito educados, humildes e, acredite ou não, muito normais. Eles são calmos, relaxados e as crianças fazem piadas sobre seu pai. Em um ponto, Michael pensou que sua filha havia sido rude comigo e ele ficou muito chateado.
Ele está educando seus filhos para serem menos pretensiosos
do que muitas crianças que conheci. Blanket tem o cabelo comprido que escorre pelas costas, e enquanto eu estava ao seu redor, as crianças usavam lenços em público, mas sem máscaras, como costumavam fazer.
Enquanto em Tóquio, Michael organizou um evento VIP aos fãs por US $3.500 por ingresso, onde os fãs poderiam ter até um minuto, pessoalmente, com seu cantor favorito. Em seguida, ele realizou um concurso de arte para os fãs que não podiam pagar o evento VIP. Três vencedores teriam um jantar com ele, mas quando viu as incríveis obras de arte, ele escolheu onze, porque ele não poderia exclui-las!
Ele também reservou um tempo para atender gratuitamente aos
deficientes e órfãos, é claro. Antes de deixar Tóquio, Michael foi a uma das muitas bases militares e subiu em um helicóptero. Cerca de 5.000 soldados e suas famílias chegaram para vê-lo.
Enquanto no Japão, eu conheci uma porção de pessoas negras que vivem bem como cantores. Seus livros os mostram cantando em casamentos e festas.
Um cantor me levou a um clube onde eles se apresentam frequentemente para a classe rica japonesa.
Estes clientes podem facilmente gastar US $ 7.000 em uma
noite, beber e comer sushi. Notável ver como era a vida negra em Tóquio.
Eles eram muito felizes lá.
A viagem toda foi incrível e eu sou grata à família de Michael e sua
equipe por me permitir compartilhar o tempo privado com eles. Não foram permitidas entrevistas, apenas relaxar e observar tranquilamente o superstar.
Estou surpresa em ver como Michael Jackson é tão gentil e
ainda poder vê-lo encontrar a felicidade, apesar de toda a negatividade que o envolve diariamente.'
by Jamie Foster Brown (depoimento publicado em Maio de 2007)


Créditos:
The King Of Pop

" A única razão que eu estou indo em turnê é para arrecadar fundos para a recém-formada Heal the World Foundation (Fundação Cure o Mundo, em português), uma instituição de caridade da Children International, o que eu estou à frente para ajudar as crianças de todo o mundo e a ecologia. Meu objetivo bruto é de US$100 milhões até o Natal de 1993. Peço a cada corporação e individual que se preocupa com o planeta e o futuro das crianças para ajudar a arrecadar dinheiro para a caridade.
A Fundação Heal the World vai contribuir com fundos para AIDS pediátrica em homenagem ao meu amigo, Ryan White. Estou ansioso para este projeto, porque me permite dedicar tempo para visitar todas as crianças ao redor do mundo, bem como difundir a mensagem de amor global, na esperança de que outros serão movidos para fazer a sua parte para ajudar a curar o mundo."


Créditos:
http://forevermichaeljackson.blogspot.com.br/

Michael Jackson salva fã do salto da morte - o que a mídia não quer que você veja:


31 de julho de 1992,durante a permanência de Michael Jackson em um hotel de Londres, algo inesquecível aconteceu. Ele aparece no jornal,mas chocante como a mídia só quer enquadrar Michael Jackson como uma pessoa 'Bad'. Portanto, essas notícias nunca ou raramente aparece na mídia.

Créditos:
 Cantadas Jackson's

sábado, 27 de abril de 2013